Rádio Conexão Sat

Conectados desde Sempre!!!

menu x
menu x

NOTÍCIAS

Em culto pelos 108 anos da Assembleia de Deus, Bolsonaro pede oração

A abertura das comemorações pelos 108 anos de fundação da igreja Assembleia de Deus no Brasil contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em discurso, o mandatário reiterou que se sente humilde por ocupar o cargo, mas se conforta no fato de que “Deus capacita os escolhidos”.

A visita de Bolsonaro à chamada Igreja-mãe das Assembleias de Deus em Belém (PA) aconteceu após um convite do pastor Samuel Câmara, líder da congregação e presidente da Convenção da Assembleia de Deus no Brasil (CADB).

Durante seu discurso na cerimônia de abertura, Bolsonaro afirmou que vem buscando o melhor para a sociedade brasileira, e defendeu o ministro da Justiça, Sérgio Moro, pontuando que “gestos valem mais do que palavras”. Moro está no centro de uma polêmica após um hacker invadir os celulares do então juiz e do procurador Deltan Dallagnol.

De acordo com informações do portal Gospel Prime, Bolsonaro foi interrompido pelos fiéis no momento que falava sobre o ministro. Com gritos de “Moro”, os assembleianos expressaram seu apoio ao responsável pela condenação do ex-presidente Lula (PT) no caso do triplex do Guarujá (SP).

“Eu estou em paz, porque pessoas maravilhosas estão ao meu lado e me apoiam 24 horas por dia, com palavras e com gestos”, comentou Bolsonaro, após a manifestação espontânea dos fiéis.

Por fim, ladeado por políticos evangélicos, Bolsonaro agradeceu ao deputado federal Silas Câmara (PRB-AM), irmão de Samuel Câmara e presidente da Frente Parlamentar Evangélica, pelo apoio, e pediu oração para que seu governo conclua as metas de reconstrução da nação: “Juntos colocaremos o Brasil no lugar de destaque que ele merece”.

 

PUBLICIDADE

b7